Disfunção da ATM

A articulação Temporomandibular (ATM) é uma das articulações mais complexas do corpo humano e é o encaixe  da mandíbula com os ossos do crânio, responsável por todos os movimentos da mandíbula, como falar e mastigar.

Disfunção Temporomandibular refere-se a qualquer problema que atinja os ossos, ligamentos, menisco e musculatura que fazem parte desta articulação, prejudicando o seu funcionamento adequado.

DISFUNÇÃO DA ARTICULAÇÃO TEMPOROMANDIBULAR (DTM)

 

Os problemas que atingem a ATM geralmente são crônicos e podem estar relacionados a alguns fatores como traumas na mandíbula; artrite na ATM;  má postura;  características anatômicas relacionadas à formação da mandíbula durante o nascimento;  hábitos como morder os lábios ou bochechas, apoiar a mandíbula nas mãos, morder pontas de caneta e roer as unhas; distúrbios do sono;  estresse e bruxismo.

Alguns sinais e sintomas da DTM também estão presentes em outros problemas bucais o que torna o diagnóstico complexo, sendo eles:

  • Dor orofacial;

  • Limitação para abrir a boca;

  • Dores de cabeça;

  • Zumbido e sensação de ouvido entupido;

  • Ruídos na articulação (estalos e crepitação);

  • Dores no pescoço e nos ombros;

  • Mudança brusca no encaixe da mandíbula;

  • Sensação de “clique” ao abrir e fechar a boca;

  • Flacidez nos músculos dessa região;

  • Cansaço no rosto, principalmente ao mastigar.

 

O tratamento para a DTM é multidisciplinar e existem técnicas de tratamento simples e não-invasivas que permitem conviver de forma mais tranquila com o transtorno. Os tratamentos incluem:

 

  • Fisioterapia;

  • Cirurgia;

  • Acompanhamento psicológico;

  • Exercícios para relaxamento muscular;

  • Compressas frias para controlar a dor durante crises;

  • Placas de Mordida;

  • Medicamentos, principalmente anti-inflamatórios.